Com que idade pode ser colocado um implante dentário?

A ausência de um ou mais dentes permanentes em crianças e adolescentes provoca discussão sobre a idade ideal para colocar um implante dentário. Qual será o veredicto dos profissionais? [Continue lendo]

Em qualquer idade, um sorriso bonito é característica de saúde, beleza, cordialidade e de autoestima. Na adolescência, em especial, soa ainda mais importante.

As causas para a perda de dentes tão precoce podem ser diversas:

  • Traumas: acidentes, quedas e pancadas
  • Falta de cuidados: má higiene e manutenção
  • Algumas doenças ou síndromes: Periodontite, Diabetes Mellitus, Síndrome de Down, Displasia Ectodérmica etc.

O jovem ator norte-americano Gaten Matarazzo (foto abaixo), por exemplo, não possui dentes naturais. Intérprete do personagem Dustin na série Stranger Things, Gaten sofre de uma síndrome genética rara chamada Displasia Cleidocraniana, que retarda o desenvolvimento dos ossos da face e da clavícula.

 

O ator norte-americano Gaten Matarazzo não possui dentes naturais. (Foto: Jason LaVeris/FilmMagic).

 

O interesse em submeter-se a um procedimento invasivo, ainda na juventude, tem relação direta com a influência da aceitação e das relações sociais dessa fase.

 

Mas será que o implante dentário é recomendado na adolescência?

A maioria dos especialistas afirma que não.

A cirurgia de implante dentário só pode ser realizada após o total desenvolvimento dos ossos da face. Isto é, somente quando eles estiverem em seus tamanhos e posições permanentes.

 

A partir de que idade pode ser colocado um implante dentário?

 

O desenvolvimento ósseo total ocorre, geralmente, até os 18 anos de idade e pode ser confirmado através de uma radiografia de punho.

Alguns profissionais optam por estabelecer uma idade mínima superior: por volta dos 22 anos. Isto porque os implantodontistas optam por certificar-se da inexistência de quaisquer riscos decorrentes da falta de desenvolvimento.

 

Quais os riscos de um implante dentário precoce?

O implante dentário é um pino de titânio integrado ao tecido ósseo da gengiva, fazendo papel de raiz do dente perdido.

 

 

Se o osso ainda estiver em crescimento, não será acompanhado pelo pino, que é estático, causando deformação na região implantada e, até mesmo, demandando a necessidade de um novo implante.

Quando colocado muito cedo, pode interferir também no crescimento normal do osso maxilar, que ainda não possui a forma nem a resistência adequadas para a instalação de um implante.

 

Existe alguma exceção?

Em todas as circunstâncias, a avaliação é feita individualmente. E, para cada caso, o profissional indicará uma solução.

Há relatos de situações extremamente severas, em que os benefícios da cirurgia de implante dentário eram superiores aos riscos. 

De qualquer forma, apenas o seu implantodontista poderá dizer qual o tratamento ideal para o seu caso.

 

Agende agora sua avaliação na DenteBelo!

 

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *