Facetas dentárias: o que são?

Ter dentes claros e alinhados é o sonho de muitas pessoas. É o seu também? Então conheça o tratamento com facetas dentárias: a solução perfeita para corrigir as imperfeições do sorriso. Saiba mais!

Se você chegou até aqui, é provável que esteja insatisfeito com a aparência do seu sorriso. Talvez um ou mais dentes sejam separados demais, estejam desgastados, trincados ou até muito escuros. Independentemente do que seja, é provável que essas pequenas lâminas solucionem o seu problema. Continue lendo e descubra o que são e como funcionam as facetas dentárias!

As facetas dentárias são próteses bem fininhas que servem para recobrir total ou parcialmente a superfície dos dentes, com o intuito de melhorar as imperfeições estéticas – geralmente relacionadas ao formato, ao tamanho ou à cor.

Quanto à composição, são produzidas em dois materiais: resina, indicadas para correções sutis, imediatas e de curto prazo; ou porcelana, que apresentam maior resistência, durabilidade e versatilidade. Neste texto, abordaremos as facetas de porcelana.

Quais os problemas solucionados com as facetas dentárias?

  • Diastema: espaço excessivo entre os dentes, especialmente na frente;
  • Tamanho: dentes desalinhados ou curtos demais;
  • Formato: dentes pontiagudos ou planos;
  • Desgastes: bordas com aparência serrilhada, dentes trincados ou quebrados;
  • Manchas: dentes escurecidos pelo consumo de medicamentos, cigarros ou alimentos pigmentados, com resistência às técnicas de clareamento.

Entre as considerações fundamentais a respeito das facetas, a principal é que elas não servem para disfarçar ou esconder doenças bucais e outros problemas dentários. Sua indicação é predominantemente estética e a aplicação só deve ser realizada sobre dentes saudáveis.

Isso significa, por exemplo, que os diastemas provocados pela posição incorreta dos dentes devem ser tratados com o uso de aparelhos ortodônticos. Além disso, pacientes que apresentam bruxismo, lesões de cárie e gengivite devem realizar tratamentos específicos antes de colocar as facetas dentárias.

Por outro lado, embora não seja sua finalidade, o uso das facetas também promove melhora funcional para o paciente, já que fortalece os dentes desgastados e pode até restabelecer a qualidade da mastigação.

Conheça as 6 etapas da aplicação de facetas dentárias

1. Avaliação

A primeira etapa consiste na realização de exames, radiografias e avaliação clínica para descartar quaisquer doenças e problemas que possam comprometer o resultado. Aqui também é realizada a identificação dos dentes que serão corrigidos.

2. Planejamento

O planejamento consiste na definição dos materiais, espessura, intensidade da cor, formato e tamanho das lâminas. A partir de softwares modernos e especializados, também é possível desenvolver a projeção de resultado do tratamento, conforme as necessidades do paciente e orientação do profissional.

3. Preparo

Além da limpeza profissional e do clareamento dentário, em muitos casos é necessário realizar desgastes na superfície dos dentes que receberão as facetas, para que elas encaixem perfeitamente. Este procedimento deve ser realizado com muito cuidado e exige grande habilidade técnica do profissional, já que é irreversível. 

4. Aplicação

Após o uso de lâminas provisórias por alguns dias, é chegada a hora de cimentar as facetas definitivas sobre os dentes. O resultado estético é imediato e surpreendente!

5. Revisão e adaptação

Depois de mais alguns dias, o paciente deve retornar ao consultório para revisão. Aqui, o profissional avalia o posicionamento das facetas e a adaptação das gengivas e da mordida, de acordo com o planejamento.

6. Manutenção

As consultas periódicas de acompanhamento ocorrem com maior frequência nos primeiros meses após o procedimento. Depois, podem ocorrer duas ou três vezes ao ano.

Para manter as facetas dentárias íntegras, saudáveis e sempre brilhantes, devem ser tomados alguns cuidados:

  • Higiene oral: usar fio dental diariamente, escova de cerdas macias e creme dental pouco abrasivo;
  • Hábitos: evitar roer unhas, morder objetos e abrir embalagens com os dentes;
  • Alimentação: reduzir o consumo de alimentos muito duros e pigmentados (café, chás, refrigerantes de cola, vinho, beterraba etc).

Dentes bonitos, saudáveis e funcionais = sorriso perfeito!

Para uma aparência natural e harmônica, os dentes não devem obedecer a um padrão de tamanho, formato e cor. Cada pessoa é única e seu sorriso também. E é exatamente isso o que facetas dentárias proporcionam: o sorriso perfeito para cada paciente.

Venha recuperar o seu sorriso perfeito na DenteBelo!
Aqui, desenvolvemos um projeto especialmente para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *